Defesa de autor de facada culpa discurso de ódio de Bolsonaro por ataque em Juiz de Fora

Defesa de autor de facada culpa discurso de ódio de Bolsonaro por ataque em Juiz de ForaFoto: Tomaz Silva / Agência Brasil

A defesa de Adélio Bispo de Oliveira alega que o discurso de ódio do candidato Jair Bolsonaro (PSL) motivou o ataque contra ele na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Para o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, declarações do presidenciável afetaram a “psique” do seu cliente.

 

“O discurso de ódio do candidato que na verdade é vítima causou a atitude extremada do nosso cliente”, declarou o advogado após a audiência de custódia realizada nesta sexta-feira (7). Ele lembrou comentários de Bolsonaro sobre uma comunidade quilombola na qual o candidato disse que os moradores do local não serviriam “nem para procriador”.

 

“Aquela declaração do candidato de que negro não servia nem para procriar atingiu a psique de nosso cliente. Vamos requerer que um incidente de insanidade mental seja instaurado”, comentou o advogado. Neste sábado (8), Adélio foi transferido para um presídio federal no Mato Grosso do Sul.

Fonte: Bahia Notícias