Ciro cobra esclarecimento sobre Queiroz a Bolsonaro: ‘Questão de moral’

Foto: Adriana Franciosi/Agência RBS
Foto: Adriana Franciosi/Agência RBS

 

Ex-candidato à Presidência, Ciro Gomes cobrou, em entrevista ao El País, que o presidente Jair Bolsonaro esclareça o caso do ex-assessor Fabrício Queiroz, que é investigado por movimentações financeiras atípicas de R$ 1,2 milhão em um ano.

“É imperativo, especialmente para quem assentou na sua identidade o moralismo e que tem a presença simbólica do (Sérgio) Moro, um juiz exibicionista, chibata moral da nação. E tem coisas práticas: Bolsonaro, como deputado, já malversou verba do seu gabinete. O caso do Queiroz, agora, trata-se de uma notícia crime em potencial. É uma questão de moral e de decência esclarecer isso”, afirmou o pedetista.

A entrevista com Ciro Gomes foi feita pelo jornal no dia 2 de janeiro. No dia 4, a assessoria do pedetista foi procurada para que se pronunciasse sobre a crise de segurança no Ceará, governada pelo aliado Camilo Santana (PT). No entanto, Ciro informou que preferia esperar alguns dias para ter mais informações e poder emitir sua opinião.

Perguntado sobre as próximas eleições presidenciais, ele diz que o PDT pode cogitar seu nome na disputa à presidência, mas que é cedo para falar sobre o tema, porque os próximos quatro anos serão “uma montanha russa”.

Bahia.ba