Áudio indica que Bolsonaro tratou com Queiroz sobre demissão de funcionária fantasma



Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Um áudio vazado indica que o presidente Jair Bolsonaro comunicou a Fabricio Queiroz, o ex-assessor do seu filho e senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), a intenção de demitir uma funcionária do gabinete de seu outro filho, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC). O intuito era desvincular a mulher da família.

A gravação foi obtida pela Folha de S. Paulo e divulgada neste domingo (27). No áudio, Queiroz comenta a situação de Cileide Barbosa Mendes, de 43 anos, doméstica da família de Bolsonaro e “laranja” na empresa do ex-marido de Ana Cristina Valle – Ana é ex-mulher do presidente.

“Na época, o Jair falou para mim que ele ia exonerar a Cileide porque a reportagem estava indo direto lá na rua e para não vincular ela ao gabinete. Aí ele falou: ‘Vou ter que exonerar ela assim mesmo’. Ele exonerou e depois não arrumou nada para ela não? Ela continua na casa em Bento Ribeiro?”, diz o ex-assessor no áudio, gravado em março deste ano.

A gravação, contudo, não esclarece quando ocorreu a mencionada conversa entre o presidente e Queiroz. Mas Jair e Flávio afirmam que não conversam com o ex-assessor desde o final do ano passado, quando veio à tona o relatório no qual o Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras) revela uma movimentação financeira atípica nas contas de Queiroz.

bahia.ba