Lula critica manifestações: ‘Pouca coisa de interesse da classe trabalhadora’



Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou as manifestações contrárias ao governo de Jair Bolsonaro. Na avaliação do petista, não se pode pegar o “primeiro ônibus que tá passando”.

“Tem pouca coisa de interesse da classe trabalhadora nesses manifestos”, escreveu Lula, em seu perfil no Twitter.

No entendimento de Lula, não dá pra aceitar a ideia de Bolsonaro é resultado de um processo amplamente democrático. Pelo contrário, o atual chefe do Executivo federal é resultado de um processo que teve início com a cassação da ex-presidente Dilma Rousseff.

“Agora perceberam que o troglodita que eles elegeram não deu certo”, acrescentou.

Por outro lado, Lula disse que, enquanto estão querendo “reeducar Guedes”, o ministro da Economia, o PT quer tirar Bolsonaro. O motivo é defender a vida.

“Ele não gosta de mulher, não gosta de preto, não gosta de índio, não gosta do povo trabalhador”, disse.

No último domingo (31), manifestantes encabeçados por torcidas organizadas foram à Avenida Paulista contra o fascismo. Na véspera, um grupo com cerca de 30 bolsonaristas marcharam em direção ao Supremo Tribunal Federal (STF) encapuzados e com tochas acesas.

Bahia.ba